Por amor à família

Num mundo de tanta futilidade hoje em dia fiquei feliz ha alguns anos quando soube desta notícia. Saiu primeiro nos telejornais e depois bombou nas redes sociais que Angelina Jolie tinha retirado os seios pra evitar o câncer de mama. Realmente fiquei impressionada com a atitude da atriz, por duas razões. Primeiro por ela ter tomado a difícil decisão que tomou. Corajosa. Atriz hollywoodiana, uma das mulheres mais desejadas do mundo e que trabalha diretamente com a imagem, Angelina corria o risco de perder contratos publicitários e grandes papéis no cinema.

Mas parece que nada disso foi relevante na sua decisão. Antes, ela escolheu estar ao lado da família. Em seu artigo para o The New York Times, a atriz, na época com 37 anos, informou que tinha 87% de chances de desenvolver a doença. Ela disse que sua mãe tratou o câncer por 10 anos e morreu aos 57. Preferiu garantir que o mesmo não aconteceria com ela e que a doença não a tiraria dos filhos. Com a cirurgia as chances do tumor se desenvolver foi reduzida para menos de 5%.

Angelina surpreendeu ao mostrar que o amor à família estava muito além de sua vaidade. Outra coisa que impressionou foi o interesse de Jolie pelo semelhante. Ela não precisava compartilhar com o mundo sua decisão e muito menos dar detalhes de sua vida pessoal. No mundo onde celebridades tem a vaidade entranhada e a opinião das pessoas tem muito valor, a atriz preferiu dividir com outras mulheres sua experiência e alertar sobre escolhas que podem fazer.

The New York Times

Brad Pitt e Angelina Jolie continuam brigando pela guarda dos filhos na  Justiça | Diversão | O DIA
Jolie retirou os seios para evitar o câncer de mama

“Para qualquer mulher que esteja lendo isso, espero que isso ajude você a saber que tem opções”, afirmou na época. “Quero estimular cada mulher, especialmente se você tem um histórico familiar de câncer de mama, a procurar informações e especialistas médicos que podem lhe ajudar nesse aspecto de sua vida e a fazer sua própria escolha”, disse a atriz no texto. Angelina, por amor à família, escolheu se mutilar para estar ao lado da família e expor sua vida pessoal a fim de ajudar outras mulheres a enfrentar o câncer. Me admira seu desapego ao próprio corpo. Ela deixa claro que é livre de qualquer paradoxo e que o senso comum não conduz sua vida.

Hoje não sei como Angelina está, não sei o que aconteceu depois da cirurgia. Mas sua determinação me impressionou na época. E como a gente tem que tirar lição de tudo, eu aprendi que devemos ter coragem e atitude diante das adversidades. Nada de ficar sentado esperando a vida passar. Uma simples decisão pode fazer toda a diferença.

O que achou da decisão de Jolie? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Tags: | | | | | |

ENTRE PARA NOSSA LISTA

Assine nossa newsletter!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

%d blogueiros gostam disto: